sexta-feira, 8 de junho de 2012

Alegre alecrim..



alegre alecrim

entre dedos
perfumados

alegre de não
ter fim.

.............
memória d'algum
paraíso perdido
e recriado em aroma -
verde-encanto -

e que ressoa:
alegre de não ter fim..

Nenhum comentário:

Postar um comentário