segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Marina..





vi Marina riscar, com cetro
de estrelinha,
um nome no ar:

alegria

bem aventurado
quem conhece
    uma fadinha.
..........


cada sorriso
cada olhar
cada palavra

rastros de 
purpurina

porções de
céu qu'ela 
espalha por aí..

5 comentários:

  1. Ana Lúcia,
    muito lindo teu blog. Agradeço á visita.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Eu que agradeço, Cecília, que bom ver-te por aqui!

    ResponderExcluir
  3. Que lindo Ana Lúcia. Essa Marina saber viver, parece tão simples. Acho que a gente é que complica demais a vida.

    http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
  4. Oi Ana Lucia
    Que ternura gostosa neste espetacular poema. E a Marina conhece bem os segredinhos da felicidade
    Beijos

    ResponderExcluir