sábado, 14 de janeiro de 2012

Julinha

(minha sobrinha Júlia)



Julinha é muito
sabida

não é de chororô

é de bem
com a vida

olhar certeiro
adiante
sorriso largo
diamante.

Sem perder
a graça,
Julinha é forte.

Sem perder
a dança, faz
de qualquer
azar a mais
pura sorte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário