sábado, 24 de setembro de 2011

Gente de que gosto



gosto de gente

que não mente


que olha no olho

que é o que é

sem receio de

ser diferente


que mais ama

do que quer

ser amado


mais compreende

do que quer ser

compreendido


mais alimenta do

que quer ser

alimentado


gosto de gente

feliz e de bem

com a vida


que não chora

à toa e nem

se lamenta


e com um

simples sorriso

a dor afugenta.



Nenhum comentário:

Postar um comentário