segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Da carruagem de Apolo


Beijo de borboleta
no sol, com os cílios,

astro mais parece
de brinquedo.

Apolo, no crepúsculo,
é sempre poeta

de sua carruagem, mais
que raios de sol, saltam
poemas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário