sábado, 8 de outubro de 2011

A tal felicidade


De que vale qualquer

coisa se não há

felicidade?


Se a janela

não se abre

se a alegria

não invade.


..........


De que vale

se no íntimo

não se sorri


se for para ter

que seja paz

se for para ser


ah, muito feliz!

...........


feliz, de não

precisar de

nada


mais que uma

noite enluarada.

......


ser com vontade

ser de verdade

assim à porta

bate a tal

felicidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário