domingo, 1 de abril de 2012

O Boneco..

Aninha nunca gostou
de boneco João Bobo

Aquele que era só empurrar:
vá, pra ele ir, venha, pra vir.

Era muito, muito estranho,
aquele boneco risonho e
inanimado.

Hoje, desconfio que
João Bobo só queria
ser amado.

Mas que graça tem
algo tão previsível,
tão fácil de manipular?

Uma hora esvazia e
como vai ficar?

Bem melhor amar
gente de verdade...





Nenhum comentário:

Postar um comentário