segunda-feira, 12 de março de 2012

O beija-flor destrambelhado

Beija-flor destrambelhado
Rodopia perdido no vento
De flor em flor, quer beijar
Todas e não beija ninguém.

Que graça tem, rodopiar
E rodopiar, e nunca o
Amor conhecer.

Beija-flor destrambelhado
Não ama ninguém e por
Ninguém é amado.

Voa voa na superfície, sem
Qualquer profundeza,
Beija-flor destrambelhado
De tão falsa beleza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário